Nietzsche, 1888

Os “scholars” que, no fundo, pouco mais fazem hoje em dia a não ser manusear livros, acabam por fim perdendo inteiramente a capacidade de pensar por si mesmos. Quando não manuseiam, não pensam. Eles respondem a um estímulo (um pensamento que leram) sempre que pensam – nada fazem, por fim, exceto reagir. […] Tenho visto isso com os meus olhos: naturezas talentosas, dotadas de uma disposição livre e generosa, arruinadas pelo excesso de leitura já na meia-idade – meros palitos de fósforo que necessitam ser riscados para emitir faíscas – “pensamentos”. De manhã bem cedo, quando o dia apenas desponta e tudo ainda é fresco, na aurora de nossa força – ler um livro nessa hora chega a ser simplesmente obsceno. (Nietzsche, 1888)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.